• 1

  • 2

  • 3

  • 4

 

Apoio Psicológico para Crianças e Adolescentes

Ao longo do processo de desenvolvimento as crianças passam por diversos momentos e alguns deles não são experienciados e superados de forma harmoniosa, uma vez que as crianças podem ser confrontadas com situações para as quais não são capazes de lidar de forma saudável. Tais situações podem gerar problemas e sintomas que exigem o apoio de um profissional da psicologia clínica com o objetivo de restabelecer e favorecer o desenvolvimento adaptado da criança.

 

Os problemas mais frequentes nas crianças são:

  • Problemas de comportamento (agressividade, hiperatividade);
  • Problemas relacionados com a depressão (tristeza, apatia, indiferença);
  • Medos e ansiedade (fobias, ansiedade)
  • Problemas relacionados com o controle dos esfíncteres (enurese, encoprese);
  • Problemas relacionados com a aquisição da fala ou da marcha;
  • Lutos e perdas (morte de familiares, divorcio dos pais..);
  • Problemas do sono (pesadelos, insónias);
  • Problemas relacionados com o desempenho escolar;
  • Problemas relacionados com dificuldades de atenção/concentração;
  • Problemas relacionados com o comportamento alimentar;
  • Problemas emocionais e sociais (timidez, integração num grupo de amigos).

No nosso consultório procuramos realizar através da Consulta de Psicologia Infantil e da Ludoterapia um processo terapêutico que visa a promoção de competências e habilidades na criança, além da diferenciação e expressão emocional e de sentimentos.

Quanto ao adolescente o psicólogo pode auxiliá-lo favorecendo os processos de mudanças inevitáveis nesta etapa da vida e na promoção do autoconhecimento, na gestão de conflitos, tomada de decisões, etc.

Os Problemas mais frequentes nos adolescentes são:
  • Problemas de concentração e atenção;
  • Problemas no desempenho escolar;
  • Problemas ao nível da imagem corporal;
  • Insegurança e baixa auto-estima;
  • Dúvidas e insegurança relativamente à orientação sexual;
  • Problemas e dificuldades nas relações afetivas;
  • Dificuldades nas relações sociais;
  • Problemas com o uso de drogas, alcóol e tabaco;
  • Problemas de comportamento ( delinquente, oposição, agressivo, desafiante,etc..);
  • Problemas de comportamento alimentar (anorexia, bulimia);
  • Indecisão vocacional;
  • Depressão (desmotivação, tristeza, apatia);
  • Ansiedade (fobias e medos).

Poderá ler os nossos artigos com informações e dicas de estratégias para o acompanhamento desta fase do desenvolvimento aqui